COMO A IMENSIDÃO...

Renan Santos Bolonha
16 anos

Às vezes olho para o céu e somente vejo teu rosto.
Mas, na verdade, são as estrelas
que refletem o brilho de teus olhos
que igualam a imensidão do céu,
que refletem meu amor por ti.
Me perco, pois não sei se sonho, ou se é real...
Mas sinto-te, como sinto o sol batendo nas montanhas, 
dourando-as ao entardecer.
Mas, meu amor por ti jamais irá entardecer,
pois ele é como a imensidão do céu...
O brilho das estrelas é que reflete os meus sentimentos. 
Continua, assim, como a imensidão infinita,
pois é assim que consigo refletir-te,
com o coração achando que esse é o último brilho,
o último segundo de uma noite estrelada.
Meu coração se renova a cada olhar,
e a imensidão novamente é preenchida pelo novo dia que nasce.
Renovam-me as esperanças perdidas e me ajudam a crescer.
Eu acho que sou assim... jamais me deixo dominar pela escuridão.
Cada gota de lágrima, não derramada, faz-me sentir-me rejuvenescido
E gasto cada palavra, simplesmente para dizer que te amo.