ONDE ESTAMOS?

Demóstenes

Onde está seu rosto?
Onde está você?
a tarde cinzenta
escurece minha cabeça
você não liga
e eu não digo adeus
permaneço e não estou
e você está e não permanece
e assim caminhamos
lado-a-lado
separados pelo silêncio
fugindo de nós dois
e o tempo marcando nossos passos
e toda essa mudez
toda essa partida
o nada que somos
dos dias que passamos
nada mais do que silêncio e dor